Energisa é acionada para restabelecer fornecimento de energia elétrica de paciente portadora de doença rara em São Bento - Portal Cabuloso

Últimas

sábado, 30 de novembro de 2019

Energisa é acionada para restabelecer fornecimento de energia elétrica de paciente portadora de doença rara em São Bento

A empresa fornecedora de energia elétrica Energisa, foi acionada judicialmente nesta quarta-feira (28), na cidade de São Bento, para restabelecer o fornecimento de energia elétrica na residência da jovem Nara Jane. Nara, como é conhecida, é portadora de doença rara de nome EPIDERMÓLISE BOLHOSA DISTRÓFICA RECESSIVA, onde, desde o seu nascimento sugiram bolhas e exulcerações desde o primeiro dia de vida, na qual fora diagnosticada com 1 ano de idade, com a referida doença.

Diante da realização de vários estudos fora constatada que o surgimento das bolhas se intensifica com o calor e trauma local, assim, necessitando a mesma, de permanecer de forma integral e permanente em ambiente climatizado, diante das altas temperaturas predominante da região.

Nesta terça-feira (27), Nara teve o fornecimento de energia suspenso pela empresa e diante da situação, fez uso das Redes Sociais para fazer um apelo.

O Advogado Dr. Flauber José, disse que foi procurado por Nara e seus familiares para ajuda-los no ocorrido. “De imediato, colocamo-nos a disposição para ajuda-los no que fosse preciso. No dia hoje, tivemos a imensa alegria, por força de liminar, assegurar o direito do cidadão previsto na nossa Constituição Federal, qual seja, a saúde, bem como, preservação da vida e da dignidade da pessoa humana. Fiquem esperto, fiquem ligados, vocês têm direito”.

O Juízo da Comarca de São Bento-PB, em sede liminar, reconheceu o caráter essencial e indispensável para o tratamento médico necessário para a manutenção da saúde e da vida da Sra. Nara Jane.

Por esse motivo, a Energisa terá o prazo de 4 (quatro) horas para restabelecer o fornecimento de energia elétrica da residência da Sra. Nara Jane, após conhecimento da decisão, sob pena de multa diária por seu descumprimento.

Nenhum comentário: