Ex-vereador quebra quarentena e causa tumulto em Cruz do Espirito Santo - Portal Cabuloso

Últimas

terça-feira, 24 de março de 2020

Ex-vereador quebra quarentena e causa tumulto em Cruz do Espirito Santo

O ex-vereador e ex-candidato a prefeito da cidade de Cruz do Espírito Santo, Marlyson Costa, praticamente foi às vias de fato com dois idosos em uma unidade de saúde localizada na Zona Rural do município, nesta segunda-feira (23).

O fato se deu quando Marlyson tentou invadir uma unidade de saúde que fica localizada na comunidade de Santana I, neste primeiro dia de vacinação de idosos e profissionais de saúde, e foi repreendido pelo presidente da associação local, Biu de Domingo, que estava acompanhado do seu vice, Biu Aiá, quando começou uma áspera discussão.

Para eles, Marlyson, que queria fazer imagens daquelas pessoas sem a sua permissão, violou o estado de quarentena por que passa a cidade de Cruz do Espírito Santo, além da Paraíba e todo o Brasil, expondo os idosos da comunidade que estavam no recinto ao contágio da Covid-19. Os idosos são a população mais vulnerável aos riscos do Coronavírus.

A presença do ex-vereador causou um grande tumulto na comunidade. A briga foi o assunto do dia em toda cidade e chamou atenção pelo fato de envolver duas pessoas de idade em plena campanha de proteção desse público mediante a ameaça real que representa a pandemia do Coronavírus que promete contaminar pelo menos metade da população brasileira, segundo declaração do Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

“A Prefeitura Municipal de Cruz do Espírito Santo decretou desde a última sexta-feira, dia 20, medidas para conter o contato, principalmente com a população de risco. E as imagens no dia de hoje mostram Marlyson em uma comunidade, com contato direto com os idosos”, revela um morador do lugar.

“Não era nem pra ele tá aqui. Ele começou errado quando saiu de casa, desobedeceu o governo, e veio de João Pessoa pra cá com o povo todo de quarentena e a comunidade cheia de idoso. Foi um perigo grande. E se ele tiver o coronavírus e passar pra um velho desse e ele morrer? Ele assume? Assume não, depois que morre também não tem mais jeito. Quem morre é quem perde, ele não perde nada”, desabafou o morador.

Além de atentar contra o estado de quarentena decretado em todas as instâncias governamentais nas esferas federal, estadual e municipal, Marlyson Costa ainda pode ser enquadrado no Artigo 99 do Estatuto do Idoso, que prevê pena de detenção de 2 (dois) meses a 1 (um) ano, além de multa, para esse tipo de caso.

“Art. 99. Expor a perigo a integridade e a saúde, física ou psíquica, do idoso, submetendo-o a condições desumanas ou degradantes ou privando-o de alimentos e cuidados indispensáveis, quando obrigado a fazê-lo, ou sujeitando-o a trabalho excessivo ou inadequado: Pena – detenção de 2 (dois) meses a 1 (um) ano e multa”.

Marlyson Costa foi vereador e candidato a prefeito de Cruz do Espírito Santo no pleito de 2016, derrotado pelo atual prefeito, Pedrito Gomes, reeleito com mais de 55% dos votos.

Diário da Paraíba com News Paraíba

Nenhum comentário: